Ortopóvoa
As más-oclusões

Existem três categorias de más-oclusões habitualmente tratadas pelos ortodontistas:

Primeira categoria: problemas dentários

Nesta primeira categoria, os dentes, pelas mais variadas razões, não se encontram colocados corretamente nos ossos maxilares e, por isso, apresentam-se desalinhados (apinhados ou espaçados). Nestes casos, o objetivo do tratamento ortodôntico é o de corrigir a posição dos dentes (ortodontia).

Segunda categoria: problemas ósseos

Na segunda categoria, os ossos maxilares não se desenvolvem de forma harmoniosa, o que representa um efeito negativo na estética facial e nas funções orais. Nestes casos, o objetivo do tratamento ortodôntico é o de promover o equilíbrio da face (ortopedia dentofacial).

Terceira categoria: problemas dentários e problemas ósseos

Aqui, verifica-se uma combinação de problemas dentários e de problemas esqueléticos, afetando não só a cavidade oral como também a estética da face. Nestes casos, o objetivo do tratamento ortodôntico é o de corrigir a posição dos dentes e restaurar o equilíbrio da face